Católicos pedem investigação aos abusos sexuais cometidos pelo clero português nos últimos 50 anos

Numa carta enviada ao presidente da Conferência Episcopal, D. José Ornelas, 241 católicos lembram que, se a Igreja não tomar a iniciativa, “a investigação acabará por ter lugar por decisão política, o que implicará um “agravamento dos custos reputacionais para a Igreja”.

Foto
O "quadro de intranquilidade pública tem um elevado potencial de gerar sentimentos anti-eclesiais", consideram os subscritores da carta Adriano Miranda (arquivo)

Um grupo de 241 católicos portugueses fez chegar uma carta, esta segunda-feira, à Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), pedindo o lançamento de uma investigação nacional independente sobre os crimes de abusos sexuais no seio da Igreja.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários