Vacinas da covid: quem são os negociadores secretos da UE com a indústria farmacêutica?

A Comissão da UE não aceita revelar os nomes dos seus negociadores, no meio de protestos de parlamentares e da sociedade civil. O Investigate Europe identificou vários, que foram escolhidos pelos seus governos nacionais. O sueco Richard Bergström — cujo papel nas negociações é publicamente conhecido — parece ter mantido fortes ligações com a indústria farmacêutica.

Foto
Yulia Reznikov/Getty

A ligação entre os negociadores, nomeados pelos Estados, e a indústria farmacêutica que estabelece o preço das doses das vacinas é um tema difícil de escrutinar. Desde logo porque a União Europeia (UE) se recusa a divulgar a lista de sete pessoas que formam a Equipa Conjunta de Negociação que trabalha directamente com as multinacionais. Os membros deste grupo mais pequeno de negociadores foram nomeados pelos governos de Espanha, França, Suécia, Alemanha, Países Baixos, Itália e Polónia. Os seus representantes são frequentemente o principal ponto de contacto para os produtores de vacinas, com Sandra Gallina, a directora-geral da UE para a Saúde.

Sugerir correcção
Ler 19 comentários