A sexta edição de Close-up está aí para pensar sobre a comunidade

Neste sábado, e ao longo da semana, o Close-up trará à Casa das Artes de Famalicão filmes sobre comunidades e não só.

Foto
Os Sensible Soccers e o seu filme-concerto Manoel, a partir dos filmes de Manoel de Oliveira, abrem a 6.ª edição do Close-up neste sábado, às 21h45 Vera Marmelo

O Close-up, que se identifica mais como Observatório de Cinema e menos como festival, já que vai tendo várias manifestações ao longo do ano, está de volta para a sua sexta edição, que dura entre este sábado e o próximo. O mote da edição deste ano, que decorre na Casa das Artes de Famalicão e traz com ele sessões comentadas de cinema, é a noção de comunidade, para celebrar a actividade de ir ao cinema e partilhar, durante mais ou menos duas horas, um filme no escuro com desconhecidos, algo particularmente precioso em tempos pandémicos.

Sugerir correcção
Comentar