E depois da pandemia, como salvar as amizades?

Com a pandemia, muitos amigos afastaram-se – e nem sempre é fácil voltar a socializar. Especialistas dão alguns conselhos sobre como voltar a alimentar estas relações.

Foto
Getty Image

Passar tempo com um bom amigo é fácil e revigorante: a conversa flui, as horas passam num piscar de olhos e ambos terminam eufóricos, graças à libertação de hormonas de bem-estar que acompanham algumas boas gargalhadas. No entanto, chegar a este ponto de companheirismo sem complicações requer tempo. Um estudo, publicado no Journal of Social and Personal Relationships, mostra que é necessário passar mais de 200 horas com uma pessoa para a considerarmos um amigo íntimo. Essas horas partilhadas em refeições e conversas importantes levam a uma relação mais profunda.

Sugerir correcção
Comentar