Neste domingo pode andar gratuitamente de trotinete em dez localidades para ir votar

A Bird pretende incentivar ao voto contribuindo assim para o combate à abstenção.

Foto
Bird chegou a Lisboa em Abril, mas entretanto alargou-se a mais nove localidades Rui Gaudencio / Arquivo

De modo a facilitar a vida e a mobilidade dos eleitores, a Bird vai oferecer viagens de trotinete no próximo domingo, 26, dia das eleições autárquicas, anunciou esta quinta-feira a empresa de mobilidade partilhada de veículos. A iniciativa ocorre nas dez localidades do país em que a Bird está presente actualmente, isto é, Lisboa, Porto, Vila Nova de Gaia, Braga, Coimbra, Tomar, Maia, Évora, Faro e Cascais.

Os utilizadores das trotinetes eléctricas apenas têm de introduzir o código EUVOTO na aplicação e poderão usufruir automaticamente de duas viagens gratuitas, até 30 minutos, para se deslocarem de uma “forma segura, económica e amiga do ambiente”, diz a empresa em comunicado de imprensa.

No fim da utilização, deverão deixar a trotinete num local seguro, preferencialmente num dos pré-definidos pela rede, de forma a não bloquear os passeios. Recorde-se que o estacionamento das trotinetes da Bird em lugares designados para o efeito é obrigatório em Lisboa desde o mês passado, sendo que o utilizador não consegue terminar a viagem fora destes.

A Bird tinha já lançado uma iniciativa idêntica nas eleições presidenciais, em Janeiro deste ano, quando ainda só operava em Lisboa, Porto, Vila Nova de Gaia e Faro. Tal como nessa altura, a empresa pretende que a falta de acesso a transportes não seja uma razão que impossibilite alguém de ir votar, contribuindo desta forma para o combate à abstenção. No dia 24 de Janeiro, a abstenção bateu recorde, com mais de 60% dos eleitores a não irem às urnas. Toni Riera, Director Geral da Bird Portugal, relembra ainda que nas últimas eleições autárquicas a taxa de abstenção rondou os 45%.

A Bird foi lançada em Lisboa em Abril de 2019, com o intuito de ajudar a cidade a atingir a sua meta de reduzir o trânsito e as emissões de carbono. A empresa começou então a trabalhar em conjunto com o Município de Lisboa para oferecer um serviço focado na condução responsável e um crescimento sustentável.

Texto editado por Ana Fernandes