Em Albufeira ganha o partido do “tijolo”, não importa a cor

Dois candidatos independentes disputam a presidência da câmara- um dos quais imita Pedro Santana Lopes à escala local. PSD e PS lutam por contrariar a abstenção, que registou nas últimas autárquicas maior taxa a nível nacional (60,71%).

Foto
Duarte Drago

O partido do “tijolo” (alusão à construção civil) é aquele que irá ditar vitória ou derrota, em Albufeira. “Nesta terra, quem tem olho….”, diz Roca Sales, reformado, referindo-se, indirectamente, aos sectores imobiliário e do turismo, com a assinatura da força do dinheiro nas políticas da cidade.  Dos dois candidatos independentes – um dos quais a imitar Santana Lopes à escala local - estão a baralhar a previsão dos resultados. A menos de uma semana do voto, o ambiente ainda é de praia e esplanadas cheias. Nas últimas eleições autárquicas, Albufeira registou a maior taxa de abstenção do país 60,71%. Portimão vem a seguir, com 58,84% de eleitores que não votaram.