Ataques de “lobos solitários” são maior ameaça à Europa

Relatório do Departamento de Defesa dos EUA diz que o Daesh continua levar a cabo uma “insurgência de baixo nível” no Iraque e na Síria.

Foto
Combatentes curdos disparam sobre drones do Daesh em Raqqa, na Síria, em 2017 Goran Tomasevic/Reuters

A radicalização de actores solitários é a “ameaça mais séria” do Daesh na Europa e nos Estados Unidos, diz um relatório do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, publicado no início de Agosto.