A fome que morde as vítimas do sismo no Haiti

Em Nan Konsey, o sismo destruiu as casas, enterrou as colheitas e os animais e deixou as pessoas à beira da estrada sem saber como conseguir alimento.

Mulher em Nan Konsey
Fotogaleria
Mulher em Nan Konsey RICARDO ARDUENGO/Reuters
furacoes,caraibas,mundo,haiti,america,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
furacoes,caraibas,mundo,haiti,america,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
furacoes,caraibas,mundo,haiti,america,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters
Fotogaleria
RICARDO ARDUENGO/Reuters

No acampamento de tendas nas montanhas do sul do Haiti, onde centenas de aldeãos procuraram refúgio depois do forte tremor de terra que lhes arrasou as casas no mês passado, uma única maçaroca de milho era toda a comida à vista.

Sugerir correcção
Comentar