PCP divulga plano de contingência para Festa do Avante!: lotação aumenta para 40 mil pessoas

Este ano, continua interdito o consumo nos balcões e está previsto o recurso a cartões contactless. Mantêm-se os circuitos distintos para entradas e saídas, os horários e os concertos com lugares sentados e aumenta a lotação.

Foto
A montagem da Festa do Avante! LUSA/TIAGO PETINGA

O PCP divulgou nesta quarta-feira o plano de contingência contra a covid-19, a ser observado por todos os presentes na próxima edição da Festa do Avante!, que se celebra no primeiro fim-de-semana de Setembro. De acordo com um comunicado do partido, a lotação máxima do espaço sobe das 16 mil pessoas em 2020 para as 40 mil em 2021. 

“A lotação máxima no recinto da Festa do Avante! licenciada em anos anteriores para 100 mil visitantes (e apenas considerando a área da Quinta da Atalaia) é actualizada este ano para a lotação de 40 mil”, lê-se no plano de contingência.

Uma novidade das normas da edição 2021 é o acesso mediante apresentação de comprovativo de vacinação, de recuperação da doença ou de um teste negativo. Ainda assim, a organização disponibiliza um espaço à entrada para a realização de testes rápidos.

Também está previsto o recurso aos cartões contactless como meio de pagamento, a que se chega por acessos próprios específicos. Mantém-se a recomendação do uso de máscara, bem como a disponibilização em todos os 30 hectares do recinto de diversos pontos de álcool-gel.

Os circuitos para acompanhar todas as actividades, como exposições e espectáculos, estarão devidamente assinalados, tal como em 2020, com entradas e saídas específicas, com o acompanhamento de assistentes de plateia.

De acordo com o plano agora divulgado, o PCP compromete-se a colocar informação, à entrada do recinto, “sobre o risco acrescido para imunodeprimidos e doentes crónicos” e a emitir informações “sobre a restrição de acesso a pessoas sujeitas a confinamento obrigatório”. Também será utilizado “o sistema de som geral da Festa do Avante! como meio de informação e sensibilização de regras sanitárias e de saúde pública, com a inserção repetida do seu anúncio”.

Nas zonas de restauração — este ano há 78 espaços que ocupam 4500m² — refere o comunicado do PCP, “as áreas de esplanada mantêm a significativa ampliação verificada em 2020 para uma área de 40.000m², assegurando o distanciamento das mesas, não sendo permitido o consumo junto aos balcões.

“Todas as plateias de todos os palcos, incluindo as do teatro e as do cinema, são definidas com lugares marcados, preferencialmente sentados, cumprindo a lotação e ocupação máxima, de acordo com orientações da DGS e contribuindo para que as pessoas não permaneçam em pé, o que facilitará o movimento e circulação às mesmas. As cadeiras, colocadas duas a duas, devem estar distanciadas 1,2 metros para garantir o distanciamento adequado”, avança o plano de contingência.

Já nos espaços de espectáculo ou similares com palco, está assegurada “uma distância mínima de pelo menos três metros entre a boca de cena e a primeira fila de espectadores”.

Além do reforço das medidas de limpeza e higienização, foi praticada uma diminuição da densidade de construção, de forma a garantir espaços abertos.

Os horários mantêm-se: a Festa começa na sexta às 19h, como habitualmente, mas as portas abrem a partir das 16h para evitar aglomerações. “Na sexta-feira e no sábado, só é permitida entrada e reentrada até às 24h e no domingo até às 22h. Todos os espaços de restauração encerram até à 1h, na sexta-feira e no sábado, e às 22h30, no domingo. Os espectáculos terminam até à 1h30 na sexta-feira e no sábado e até às 23h no domingo.”

Nesta segunda-feira, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, referiu na visita ao recinto da Festa do Avante! que o seu partido ainda aguardava pela resposta da Direcção-Geral da Saúde às medidas que a organização do evento tinha comunicado.