As vozes que se embargam no couro da fome

O mundo que se conta a partir do que se diz.

“Há pessoas pobres e esfomeadas e o Estado deve ter vergonha. Mas as pessoas com fome não se tornam saqueadores violentos em nome de outros saqueadores mais conhecidos que estão na prisão. Podem estar disponíveis para a mobilização (pilhagens, violência, manifestação) – mas são os organizadores que têm de ser processados e enfrentar o Estado de direito.” David Everatt, Professor de Políticas Urbanas na Universidade de Witwatersrand

Sugerir correcção
Ler 4 comentários