Jogos Olímpicos: uma bolha difícil de manter

Os convidados olímpicos vão chegando a pouco e pouco a Tóquio. A poucos dias da cerimónia de abertura, a principal preocupação é manter a covid-19 fora dos Jogos, mas não é tarefa nada fácil.

Foto
Um local de recolha de amostras para teste covid-19 em Tóquio EPA/YONHAP

Há um protocolo complexo para entrar na bolha olímpica e que abrange todos os convidados dos Jogos de Tóquio, cuja cerimónia de abertura está marcada para sexta-feira da próxima semana. Nem Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), escapou à obrigatória quarentena de três dias, mas Bach teve de a fazer num hotel de cinco estrelas (onde está instalada a sede temporária do COI na capital japonesa).