Todos os meses, 350 embalagens de ração animal vão transformar-se em mochilas e carteiras

A Garbags junta-se à União Zoófila, em Lisboa, para diminuir o desperdício. A marca transforma as embalagens de ração do abrigo animal em mochilas, carteiras e material de escritório.

Foto
daniel rocha

Já imaginaste usar um saco de ração animal como mochila, carteira ou até material de escritório? A Garbags pensou nisso e junta-se à União Zoófila para tornar essa ideia numa possibilidade rentável e sustentável.

Numa parceria que, tal como os restantes trabalhos da marca, se define “100% upcycled, vegan e amiga do ambiente”, a Garbags utiliza os sacos de ração do abrigo animal como matéria-prima para desenvolver produtos com reduzida pegada ecológica.

Sediada em Lisboa, a União Zoófila acolhe, de momento, 600 cães e 200 gatos, sustentando todas as despesas de tratamento diário, cuidados veterinários e alimentação. Com esta parceria, estimam salvar do aterro aproximadamente 350 embalagens de ração usadas por mês, cerca de 4200 embalagens que, anualmente, não podem ser recicladas. Daqui resultará uma redução de dióxido de carbono anual acima dos 800 quilogramas, assegura a marca em comunicado.

Foto
Carteiras de bolso são alguns dos produtos que a Garbags desenvolve com as embalagens usadas. @salomon.thecat

Pelas embalagens usadas, a Garbags, que conta com quase uma década de vida, paga um montante que reverte para o cuidado e promoção da adopção das centenas de animais ao abrigo da União Zoófila.

Os acessórios estão à venda nas lojas da marca em Lisboa e no Porto, bem como na loja online, a partir de quatro euros.

Texto editado por Ana Maria Henriques