Governo está a violar regras de requisição civil que criou para o Zmar

Privados que protestam contra a requisição não são proprietários, mas apenas donos de casas amovíveis que, se o empreendimento for à falência, terão de ser desmontadas e retiradas do local.

Foto
José Fernandes

O Governo está a violar as regras da requisição civil que ele próprio determinou para a utilização do empreendimento turístico ZMar. Isto porque o executivo, em parceria com a Câmara Municipal de Odemira, está a usar o complexo para alojar imigrantes que não têm covid-19, nem estão em isolamento profiláctico, as duas situações previstas no despacho conjunto do primeiro-ministro e do ministro da Administração Interna que decretou a requisição civil.