Coronavírus

Os objectos do dia-a-dia contam a história do confinamento (e fazem arqueologia futura)

Japão Rina Goto
Fotogaleria
Japão Rina Goto

Livros, muitos computadores portáteis, ainda mais máscaras: a Arqueologia Futura de um Confinamento Global repete-se. Mas se futuros arqueólogos estudarem os foto-documentos recolhidos por Paula Zuccotti também poderão recolher algumas pistas sobre o último ano: antidepressivos, pão, muitas plantas, livros sobre saúde mental, brinquedos sexuais e álcool

Quando metade da população mundial se fechou em casa, em Abril de 2020, Paula Zuccotti propôs-se a perceber o que se passava dentro de portas fechadas. A etnógrafa queria descobrir se tinha existido uma mudança nos objectos que usamos diariamente. “​Quais são as 15 coisas que te estão a ajudar a ultrapassar isto?”, perguntou, nas redes sociais.

Um ano depois, os foto-documentos registados durante o período de maior incerteza da pandemia foram compilados num site com mais de 1000 submissões de 50 países. “​Os objectos são grandes contadores de histórias e o objectivo é reflectir sobre os nossos hábitos, necessidades, esperanças, medos, desejos e mecanismos de sobrevivência durante este período das nossas vidas, para que possamos aprender sobre nós próprios, tanto como indivíduos como uma comunidade global agora unificada”, escreve a etnógrafa argentino-italiana, a viver em Londres há mais de 15 anos, também autora do livro Every Thing We Touch: A 24 Hour Inventory of our Lives

Nestas imagens há rasgos de criatividade, lembranças de perda, um regresso ao exercício físico, uma necessidade ou obrigação de continuar a sair à rua. “​Embora o coronavírus nos tenha afectado a todos, não quer dizer que as nossas experiências tenham sido idênticas”, resume. 

Em Abril de 2020, o P3 também fez esta pergunta a alguns leitores, que vieram à janela mostrar o objecto a que mais se agarraram durante o confinamento. Recorda-os aqui.

Portugal
Portugal Rui Baptista Gonçalves
Olinda, Brasil
Olinda, Brasil Valeria
China
China Tianyang Zhang
Mumbai, India
Mumbai, India Shreya Jain
Lome, Togo
Lome, Togo Dati Agbo
 Tel Aviv, Israel
Tel Aviv, Israel Ifat Saban Bohana
Valencia, Spain
Valencia, Spain Ursula Martinéz Tuleda
Haarlem, Holanda
Haarlem, Holanda Izzie Markham
Joanesburgo, África do Sul
Joanesburgo, África do Sul Ntuthuko
Itália
Itália Luca Pozzi
Camboja
Camboja Sonic Touch
Kuwait
Kuwait Mohamad Chehimi
Quito, Equador
Quito, Equador Maria Belen Morales
Espanha
Espanha Vittoria Tedaldi
Líbia
Líbia Amani El Ogibi
Estados Unidos da América
Estados Unidos da América Maureen Finlay
Camarões
Camarões Ernest Chi
Sugerir correcção