O fotógrafo que captou o tempo a trabalhar a arquitectura de Siza

O italiano Guido Guidi fez questão de fotografar obras do arquitecto português. O resultado deste trabalho, processo ainda em curso, pode agora ver-se na exposição Arquigrafias, na Casa da Arquitectura, em Matosinhos.

exposicao,artes,culturaipsilon,alvaro-siza,arquitectura,25-abril,
Fotogaleria
Piscina das Marés, em Leça da Palmeira Guido Guidi
exposicao,artes,culturaipsilon,alvaro-siza,arquitectura,25-abril,
Fotogaleria
Convento do Carmo, em Lisboa Guido Guidi
exposicao,artes,culturaipsilon,alvaro-siza,arquitectura,25-abril,
Fotogaleria
Reconstrução do Chiado, em Lisboa Guido Guidi
exposicao,artes,culturaipsilon,alvaro-siza,arquitectura,25-abril,
Fotogaleria
Bairro de São victor, no Porto Guido Guidi
artes,culturaipsilon,alvaro-siza,arquitectura,25-abril,italia,
Fotogaleria
Bairro da Bouça, no Porto Guido Guidi
artes,culturaipsilon,alvaro-siza,arquitectura,25-abril,italia,
Fotogaleria
Associação 25 de Abril, em Lisboa Guido Guidi

Álvaro Siza e Guido Guidi só se encontraram uma única vez, em 2018, no Porto, ainda antes da pandemia, mas a arte de ambos fez o seu caminho, e o reencontro acontece agora, ainda sujeito às regras da distância física, na exposição Arquigrafias, que este sábado abre na galeria da Casa da Arquitectura, em Matosinhos, onde ficará até 3 de Outubro.