Andar de avião implica um risco maior de coágulos do que tomar a vacina da AstraZeneca. Quais os perigos e benefícios?

A EMA estima que o risco de formação de coágulos sanguíneos após a inoculação com a vacina contra a covid-19 da AstraZeneca é de uma em cada 100.000 pessoas, mas esta probabilidade pode ser bastante superior noutras situações.

Foto
Uma em cada 100.000 pessoas vacinadas têm risco de formação de coágulos sanguíneos ANN WANG/Reuters

As tromboses passaram, na semana passada, a fazer parte da lista de efeitos secundários da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca, embora a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) tenha sublinhado que estes são casos “muito raros”.