SNS nunca teve tantos médicos, enfermeiros e auxiliares. Mas há muitos contratos a prazo

Hospitais mais afectados foram os que contrataram mais, diz o presidente da associação de administradores hospitalares.

Foto
LUSA/MÁRIO CRUZ

É uma consequência positiva da pandemia de covid-19. O Serviço Nacional de Saúde (SNS) nunca teve tantos profissionais como em Janeiro deste ano, quase mais dez mil do que no início de 2020. Durante os meses da pandemia cresceu de forma expressiva o número de enfermeiros e de assistentes operacionais, e em Janeiro também havia mais médicos, em números absolutos, de acordo com os dados mais recentes do Portal da Transparência do Ministério da Saúde.

Sugerir correcção
Ler 22 comentários