No primeiro dia quase 53 mil eleitores inscritos no voto antecipado

Estes eleitores exercem o seu direito de voto já no domingo, dia 17 de Janeiro.

Foto
O ministro da Administração Interna e o secretário de Estado Adjunto LUSA/MIGUEL A. LOPES

Até às 23h59 deste domingo, 52 994 eleitores já estavam inscritos para as presidenciais de 24 de Janeiro ao abrigo do denominado voto antecipado em mobilidade, soube o PÚBLICO.

Em apenas 24 horas — o registo só começou no passado domingo — foram mais os inscritos do que em 2019 quando o sistema foi aplicado pela primeira vez. Então, 50 638 cidadãos exerceram deste modo o seu direito de voto nas legislativas.

Até às 18 horas deste domingo, já havia 20 248 inscrições, meia hora antes de o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, apresentar várias novidades, entre as quais a possibilidade dos idosos em lares votarem antecipadamente nas residências onde se encontram.

Com esta inscrição prévia, inicialmente pensada para casos de trabalhadores em mobilidade e estudantes, estes eleitores, não necessitando qualquer justificação, votam já no próximo domingo, dia 17, em secções abertas nos 308 concelhos de Portugal. Esta é uma forma de, em tempos de pandemia, evitar concentrações a 24 de Janeiro.