Sporting ainda deve 400 mil euros de Acuña

Marcelo Simonian, empresário argentino que intermediou a contratação do jogador ao Racing da Argentina, em 2017, queixa-se de não ter recebido metade da comissão acordada e recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto.

Foto
Acuna enquanto jogava com a camisola do Sporting LUSA/RODRIGO ANTUNES

Quase dois meses depois após a transferência de Marcos Acuña para os espanhóis do Sevilha, a troco de 10,5 milhões de euros, continua por liquidar uma dívida do Sporting referente à contratação do jogador ao Racing da Argentina, em Julho de 2017. Por pagar estão os 400 mil euros da segunda prestação da comissão acordada com o ex-representante do futebolista, Marcelo Simonian. Depois de várias insistências junto da direcção “leonina”, o empresário argentino, que tem fortes ligações ao FC Porto e que realizou vários negócios com anteriores direcções “leoninas”, levou o caso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS, na sigla em francês).