Opinião

Ficar despachado

Por definição, o ser humano não é capaz de se despachar. O despacho é a vida. Nós somos os meros despachantes na alfândega entre uma hora e a seguinte.

Como é que se sai de vez de uma armadilha em que se está sempre a cair? A armadilha é a seguinte: temos uma série de tarefas para fazer. Tentamos esquecê-las. Não conseguimos. Nem o “beber para esquecer” funciona. Melhor seria alterar esse lema mentiroso para “beber para se lembrar com mais força no dia seguinte”.