Prémio Camões atribuído ao teórico da literatura e camonista Vítor Aguiar e Silva

Na sua 32.ª edição, o mais importante prémio literário de língua portuguesa consagrou o autor de Teoria da Literatura (1967) e uma das mais prestigiadas figuras dos estudos literários portugueses. É o terceiro ensaísta distinguido, depois de Eduardo Lourenço e Antonio Candido. O prémio tem o valor de cem mil euros.

premio-camoes,literatura,culturaipsilon,camoes,livros,brasil,
Foto

Vítor Manuel Aguiar e Silva, autor de uma Teoria de Literatura (1967) estudada por sucessivas gerações de universitários e de um conjunto de decisivos ensaios camonianos, recebeu esta terça-feira o Prémio Camões de 2020. “Acabei de saber há meia hora por um telefonema da ministra da Cultura e estou tão comovido que não consigo alinhar duas palavras”, disse Aguiar e Silva ao PÚBLICO.