Vicente Jorge Silva inspira novo prémio de excelência jornalística

O prémio, que homenageia o primeiro director do PÚBLICO, irá premiar trabalhos que demonstrem “a capacidade de investigar criteriosamente, de fazer extraordinárias reportagens, de contar histórias surpreendentes, de concretizar entrevistas inesquecíveis”.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Vicente Jorge Silva, primeiro director do PÚBLICO que morreu na madrugada desta terça-feira, vai ser homenageado com um prémio de jornalismo com o seu nome. A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), editora pública portuguesa, anunciou esta terça-feira o lançamento do Prémio Jornalismo de Excelência Vicente Jorge Silva, que será anual e premiará um trabalho jornalístico de excelência com uma bolsa de cinco mil euros.

Em comunicado, o presidente da INCM, Gonçalo Caseiro elogiou Vicente Jorge Silva, que descreve como “um ícone da comunicação social livre” e “uma figura marcante do jornalismo em Portugal, antes e depois do 25 de Abril”. “É uma honra para a Imprensa Nacional fazer parte deste prémio”, disse.

O júri do prémio será composto pelo director do PÚBLICO, Manuel Carvalho, pelo director do Expresso, João Vieira Pereira, e pelo presidente da Agência Lusa, Nicolau Santos, que irá presidir o júri.

Sobre o convite, Nicolau Santos referiu sentir “uma enorme honra e uma pesada responsabilidade”, e salientou que o antigo director do PÚBLICO deixou “uma marca incontornável no panorama editorial”.

O presidente do júri detalha que o prémio vai distinguir “a capacidade de investigar criteriosamente, de fazer extraordinárias reportagens, de contar histórias surpreendentes, de concretizar entrevistas inesquecíveis”.

A imagem e identidade deste prémio serão desenvolvidas pelo designer e ilustrador Henrique Cayatte, convidado por Vicente Jorge Silva para co-fundar o PÚBLICO, onde foi editor gráfico, ilustrador e autor do design do jornal.