Obras do Hospital Militar de Belém derraparam para três milhões de euros

A Inspecção-Geral de Defesa está a apurar como triplicaram os custos da adaptação daquela unidade para retaguarda para doentes com covid-19 assintomáticos.

Foto
Hospital Militar de Belém recebeu doentes com covid-19 Miguel Manso

É mais um exemplo da clássica derrapagem entre o estimado e o gasto. As obras de adaptação do Hospital Militar de Belém, em Lisboa, para serviço de retaguarda de doentes com covid-19 que não necessitem de cuidados intensivos surpreenderam. O cálculo actual é que ultrapassaram os três milhões de euros, mais do que triplicando o previsto.