Banhos proibidos em sete praias da Póvoa de Varzim

Banhos foram interditos esta quarta-feira devido a análises de qualidade da água terem revelado “valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência”.

Foto
Póvoa de Varzim Nelson Garrido

Sete praias da frente urbana da Póvoa de Varzim estão desde a tarde desta quarta-feira interditadas a banhos, com o hastear da bandeira vermelha após a análise de qualidade da água, levada a cabo pela Agência Portuguesa do Ambiente, ter revelado “valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência”, avançou a Autoridade Marítima Nacional.

Os valores tornam a água “imprópria para banhos”, o que levou o capitão do porto da Póvoa de Varzim hastear a bandeira vermelha por volta das 14h, “interditando a ida a banhos na praia da Salgueira, praia Azul, praia Verde, praia dos Beijinhos, praia da Lada, praia da Lagoa-II e praia do Hotel”.

No comunicado publicado no site, a AMN indica que a Agência Portuguesa do Ambiente “vai manter a monitorização da qualidade da água e será efectuada nova reavaliação”. “Caso as análises mostrem que os valores estão dentro dos parâmetros normais, a interdição será levantada”, acrescenta.

A acção nas sete praias da Póvoa de Varzim foi articulada entre a Capitania do Porto e o Comando local da Polícia Marítima da Póvoa de Varzim, a Autoridade de Saúde Regional, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.