Foto

Queres vender roupa que já não usas? Estes sites são para ti

É uma forma de combater o desperdício da indústria têxtil, uma das mais poluentes do mundo. Fica a conhecer várias plataformas onde podes vender e comprar roupa em segunda mão.

O comércio online e a compra de roupa em segunda mão são duas tendências que têm crescido nos últimos anos e, por vezes, também se cruzam. De acordo com o mais recente relatório anual do site americano de artigos usados thredUP, o mercado de moda em segunda mão global alcançou em 2019 o valor de 28 mil milhões de dólares (cerca de 23,8 mil milhões de euros) e prevê-se que tenha o dobro do tamanho da fast fashion em 2029. Já o mercado exclusivamente online deve crescer 69% entre 2019 e 2021. 

Não é, por isso, de estranhar que se multipliquem plataformas portuguesas e internacionais de compra e venda de roupa usada que podem ser ajudar a combater o impacto ambiental da indústria têxtil, uma das mais poluentes do mundo. Fizemos uma pequena lista de sites úteis, caso queiras ganhar espaço no armário ou diminuir a tua pegada ecológica, adoptando um consumo mais consciente.

My Cloma
Caso estejas interessado em comprar ou vender roupas que já uses, uma das opções pode ser a MyCloma, que foi recentemente criada por cinco jovens portugueses. Nascida em Junho, esta plataforma foca-se no combate ao desperdício e na mudança de mentalidades relativamente ao uso de roupa em segunda mão. No caso da venda de roupas, os interessados têm de pagar os portes de envio e, depois da venda da peça, podem usar o valor como crédito no site ou pedir uma transferência bancária.

Retry
Outra opção é a Retry, outra iniciativa portuguesa, que ganhou vida em Maio deste ano. O site quer que desculpas como a falta de tempo ou a distância de lojas físicas deixem de ser justificações para não se comprar roupa em segunda mão. É apenas necessário preencher um formulário disponibilizado para se poder vender peças.

Micolet
Do outro lado da fronteira nasceu a Micolet, em 2015. Esta plataforma espanhola dedica-se apenas à roupa feminina e, recentemente, abriu a possibilidade de venda em Portugal. Já opera em seis países europeus e alberga roupas de várias marcas, entre elas a Nike, a Zara ou a H&M. Para a venda é apenas preciso preencher um formulário e empacotar as roupas numa caixa de cartão, que será depois levantada por uma transportadora.

Roupeiro.pt
O roupeiro.pt também pode ser uma escolha, site que quer promover a economia circular. Basta criar uma conta e publicar um anúncio a relativo às roupas que se quer vender.

Poshmark
O site americano Poshmark também é uma alternativa, que tem também uma aplicação disponível tanto para Android como iOS. Aqui, existem encontros virtuais entre utilizadores para a partilha e visualização mais detalhada das roupas.

Facebook, OLX e eBay
Para além de plataformas específicas para incentivar a economia circular, há também grupos no Facebook, como o Vender e Comprar Roupa, e sites como o OLX, o eBay ou o CustoJusto, em que se pode vender e comprar roupa usada.

Texto editado por Amanda Ribeiro

Sugerir correcção