Portimonense acompanha Aves na descida

Vitória de Setúbal e Tondela vão manter-se entre os grandes do futebol nacional

Golo de Jubal garantiu a permanência ao Vitória de Setúbal
Foto
Golo de Jubal garantiu a permanência ao Vitória de Setúbal LUSA/TIAGO PETINGA

Será mesmo o Portimonense a acompanhar o Desportivo das Aves na despromoção à II Liga. Na última jornada, os algarvios até venceram os avenses (2-0), mas, mais a norte, tanto o Vitória de Setúbal como o Tondela também somaram os três pontos, frente ao Belenenses (2-0) e Moreirense (1-2), conseguindo manter-se na elite do futebol nacional.

A objectivo do conjunto de Portimão era já bastante remoto ao intervalo das três partidas que envolviam os “aflitos”. Tanto o Vitória de Setúbal como o Tondela terminaram a primeira parte em vantagem no marcador, numa altura em que o resultado ainda era nulo no Algarve.

Os sadinos foram os primeiros a marcar do trio. Dependentes de si próprios e com o apoio de muitos adeptos nas redondezas do Bonfim, não facilitaram na recepção ao Belenenses e inauguraram a contagem à passagem da meia-hora. Um golo de Jubal de cabeça, após um canto apontado por Éber Bessa.

Depois de três empates consecutivos nas rondas anteriores, os setubalenses retiraram alguma pressão e ainda festejaram o segundo golo já nos derradeiros momentos da partida.

No terreno do Moreirense, o Tondela estava ainda mais descontraído nesta altura. Uma grande penalidade já nos descontos da primeira parte, foi transformada no 1-0 por João Pedro.

A segunda metade trouxe alguma esperança ao Portimonense, quando Willyan Rocha abriu o marcador, aos 62’, e, pouco depois, surgiu o empate em Moreira de Cónegos. Mas o Tondela conseguiu marcar mais um golo e vencer o Moreirense e o Vitória manteve a vantagem frente ao Belenenses. O segundo golo dos algarvios nos instantes finais não evitou a condenação.

Sugerir correcção