Morreu António Franco, o diplomata que chegou ao topo e saiu quando quis

Promovido a embaixador full rank em 2001, surpreendeu colegas e amigos quando deixou a carreira pouco depois, aos 60 anos, e se retirou para a casa de Sintra. O gesto de liberdade e desprendimento é um caso raro na história do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

politica,diplomacia,jorge-sampaio,sao-tome-principe,brasil,angola,
Foto
PAULO NOVAIS / LUSA

O embaixador António Franco, durante anos chefe da Casa Civil do presidente Jorge Sampaio, morreu esta quarta-feira à noite, em Lisboa, com um cancro descoberto há escassos dias. O velório é este sábado, das 17h30 às 20h, na Igreja do Santo Condestável, em Campo de Ourique, Lisboa. Às 19h haverá uma evocação.