Associação Académica de Coimbra promove acção solidária com os sem-abrigo

A iniciativa conta com o apoio de instituições como a Associação Existências, a Integrar, a Cáritas, a equipa Reduz da Cáritas, Sem Abrigo Zero, a Cruz Vermelha, a Associação das Cozinhas Económicas Rainha Santa Isabel.

questoes-sociais,cruz-vermelha,associacao-academica-coimbra,semabrigo,local,coimbra,
Foto
Paulo Pimenta

A Associação Académica de Coimbra (AAC) vai promover no sábado testes de rastreio HIV, sífilis e hepatite, e distribuir roupas, alimentos e material de protecção, durante a iniciativa solidária Street Store AAC, dirigida aos sem-abrigo.

Nos jardins da AAC, junto à Cantina dos Grelhados, os estudantes vão distribuir conjuntos gratuitos com produtos de higiene pessoal e de protecção, nomeadamente máscaras, gel desinfectante, luvas, entre outros.

“Com o intuito de sensibilizar para a questão da covid-19, assim como abordar a importância de adoptar cuidados e medidas de segurança, a AAC vai ainda entregar flyers informativos junto da população, assim como realizar testes de rastreio ao HIV, sífilis e hepatite B e C”, anunciou hoje a entidade que representa os alunos da Universidade de Coimbra, num comunicado enviado à agência Lusa.

A Street Store AAC é um evento dirigido à população com mais necessidades e dificuldades financeiras.

A iniciativa foi premiada recentemente pelo Banco Santander, ao abrigo do Prémio Santander Uni.Covid-19, que tem como objectivo “apoiar projectos de instituições de ensino que dessem resposta à emergência da covid-19”.

O projecto Street Store AAC recebeu um valor de 2.000 euros, “que será utilizado nos kits de protecção que vão ser entregues”.

Daniel Azenha, presidente da Associação Académica de Coimbra, revela que a AAC “tem vindo a desenvolver um conjunto de actividades com o intuito de dar resposta aos problemas que a covid-19 trouxe”.

“Neste tempo de pandemia, é imperativo não nos esquecermos das pessoas com maiores dificuldades, uma vez que as classes mais desfavorecidas acabam muitas das vezes esquecidas”.

Deixa ainda “uma mensagem clara de apoio, de incentivo à solidariedade e sobretudo de que os estudantes do ensino superior devem também ter a capacidade de se organizar e fazer parte das soluções para ultrapassar as adversidades”.

A iniciativa conta com o apoio de instituições como a Associação Existências, a Integrar, a Cáritas, a equipa Reduz da Cáritas, Sem Abrigo Zero, a Cruz Vermelha, a Associação das Cozinhas Económicas Rainha Santa Isabel.

A instituição Farol irá ainda distribuir refeições pela população, estando agendada uma actuação da Secção de Fado da AAC.

Sugerir correcção