Jovane Cabral não defronta o Gil Vicente

Rúben Amorim diz que o Sporting não terá na próxima ronda aquela que tem sido a sua grande figura nas últimas semanas.

Jovane Cabral marcou quatro golos nos últimos três jogos
Foto
Jovane Cabral marcou quatro golos nos últimos três jogos LUSA/ANTÓNIO COTRIM/POOL

Jovane Cabral vai falhar o jogo do Sporting com o Gil Vicente, na quarta-feira, na 29.ª jornada da I Liga. A revelação foi feita por Rúben Amorim, treinador dos “leões”, indicando que o extremo cabo-verdiano não recuperou de uma lesão que se manifestou durante o confronto com o Belenenses SAD.

O extremo de 22 anos tem sido a grande figura do Sporting pós-confinamento, com quatro golos marcados nas últimas três jornadas. Para além de Jovane, acrescentou Amorim, Marcos Acuña também não irá defrontar os gilistas nesta quarta-feira.

Amorim não quis revelar o nome do substituto de Jovane no “onze” quando confrontado com a possibilidade de ser Francisco Geraldes. E também não abriu o jogo sobre se Joelson, outro jovem da formação, irá estrear-se na equipa principal: “Depende dele e do momento do jogo. Quem trabalha connosco está preparado para entrar em campo.”

O Sporting está a ser a equipa que mais pontos tem conquistado na retoma do campeonato português, ganhando pontos a quem vai à frente e a quem está atrás, mas Rúben Amorim garante que não pensa num eventual “upgrade” classificativo do terceiro lugar para o segundo, tendo em conta a crise que o Benfica atravessa.

“Não pensamos em lugares. Temos é uma distância menor para o quarto. A nossa ideia não muda. Não interessa o que os outros fazem, o foco é totalmente na nossa equipa e temos muito para melhorar”, disse o técnico “leonino”, acrescentando que a aproximação aos “encarnados” não é uma motivação extra para a sua jovem equipa: “A nossa motivação é jogo a jogo. Estes jogadores estão a ganhar um lugar no 11 e na próxima época. Se isso não for motivação suficiente, é um grande problema.”

"Um dia é o mister Lage, noutro posso ser eu"

A saída de Bruno Lage do comando técnico do Benfica também passou pela sala de imprensa de Alvalade e Rúben Amorim assinalou que pode ser ele um dia a estar nessa posição. “Um dia é o mister Lage, noutro dia posso ser eu. Boa sorte para ele, a vida continua, o foco é na nossa equipa, não olhamos para o lado, só se andássemos muito distraídos com o que tem sido o futebol português. É dar graças a Deus por não ser o nosso clube e seguir em frente”, disse.

Ainda foi perguntado a Amorim se aceitaria um convite do Benfica caso o clube da Luz batesse a sua cláusula de rescisão, mas o jovem treinador riu-se enquanto o assessor de imprensa que estava ao seu lado pediu aos jornalistas perguntas sobre o jogo desta quarta-feira, em Alvalade.

O jogo desta quarta-feira será um confronto entre duas gerações de treinadores, um que está a começar (Amorim) e outro que já leva uma longa carreira (Vítor Oliveira), e isso também se reflecte do perfil das duas equipas, uma mais jovem (o Sporting) e outra com outra experiência e tarimba.

O experiente técnico do Gil Vicente tinha afirmado algumas horas antes que este jovem Sporting não iria lutar pelo título na próxima época, Amorim respondeu que só está a pensar no próximo jogo: “Estou focado neste jogo. Esta equipa é capaz de ganhar ao Gil, é só para isso que tem de estar preparada. Na próxima época não sabemos. Amanhã, vão estar preparados, estão preparados.”

Sugerir correcção