Dortmund goleado, Werder Bremen salvo e André Silva de novo inspirado

O Borussia Dortmund despede-se da edição deste ano da Bundesliga com uma goleada sofrida em casa
Foto
O Borussia Dortmund despede-se da edição deste ano da Bundesliga com uma goleada sofrida em casa Reuters/POOL

O Borussia Dortmund teve neste sábado uma despedida amarga no campeonato alemão de futebol, ao ser goleado em casa com um “póquer” de Kramaric, do Hoffenheim (4-0), numa última jornada que salvou o Werder Bremen de uma descida automática.

Com o título alemão entregue há umas semanas ao Bayern Munique, pela oitava vez consecutiva, a 34.ª jornada servia para definir ajustes nos lugares europeus e qual a equipa que se juntava ao já despromovido Paderborn (18.º).

Em Dortmund, no momento em que se fala na continuidade, por mais uma época, do treinador Lucien Favre, a equipa teve um dos piores desempenhos da temporada, apesar de ter o segundo lugar já definido.

Com Raphäel Guerreiro até ao intervalo, a equipa foi goleada com quatro golos do internacional croata Kramaric (8, 30, 48 e 50 minutos), que atingiu os 12 golos na Liga alemã, enquanto Haaland, no Borussia, ficou, desta vez, em branco.

O triunfo deixou o Hoffenheim no sexto lugar, que significa o acesso directo à fase de grupos da Liga Europa, juntamente com Bayer Leverkusen (5.º), enquanto o Wolfsburgo (7.º) disputará a fase preliminar.

Lewandowski reforça candidatura à Bota de Ouro

Neste sábado, a equipa do Wolfsburgo perdeu na recepção ao campeão Bayern Munique, por 4-0, com Lewandowski a chegar aos 34 golos, ao fazer o terceiro, de grande penalidade, e a reforçar a liderança da Bota de Ouro, com mais sete golos do que Immobile (Lazio), quando a Liga italiana ainda decorre por mais 11 jornadas.

Nesta última jornada, Leipzig e Borussia Mönchengladbach venceram e confirmaram a qualificação directa para a Liga dos Campeões, com triunfos diante do Augsburgo (2-1) e Hertha Berlim (2-0), mantendo o terceiro e quarto lugares, respectivamente.

No conjunto de Leipzig, Timo Werner despediu-se da equipa – já foi anunciado como jogador do Chelsea para a próxima época -, com um ‘bis’ que igualou o recorde do jogador com mais golos fora na Bundesliga, os mesmos 17 marcados por Jupp Heynckes ao serviço do Borussia Mönchengladbach, em 1973/14.

No fundo da tabela, o dia foi de redenção para o Werder Bremen, com o emblema histórico – que só uma vez esteve na segunda divisão (1980/81) -, a subir ao 16.º lugar e a evitar a descida automática.

A equipa goleou, com o seu resultado mais expressivo da época, o Colónia por 6-1 e ultrapassou o Fortuna Düsseldorf (17.º), que perdeu na visita ao União Berlim (3-0) e se juntou ao Paderborn na descida à Bundesliga 2.

André Silva termina com pontaria afinada

O Werder Bremen ganha algum fôlego para discutir com o terceiro classificado da segunda divisão, o Heidenheim, o play-off para o campeonato principal, enquanto do segundo escalão sobe o Arminia Bielefeld e o Estugarda, que regressa após uma época na divisão inferior.

No adeus da Liga alemã, marcada pela pandemia da covid-19 que parou os campeonatos em Março, nota também para o Eintracht Frankfurt, que confirmou a tendência positiva dos últimos jogos e concluiu a época no nono posto.

O internacional português André Silva marcou o segundo golo no triunfo de hoje por 3-2 diante do Paderborn, com o ex-"leão" Bas Dost a fazer o terceiro, numa partida em que também Gonçalo Paciência, que esteve lesionado, entrou, para o lugar do avançado holandês, aos 78 minutos.

Sugerir correcção