EUA

As últimas palavras de vítimas que, como George Floyd, morreram às mãos do racismo

Fotogaleria

As últimas palavras de George Floyd ecoaram pelo mundo e continuam a ser repetidas em manifestações por diversas cidades nos Estados Unidos: "Não consigo respirar", disse, enquanto Derek Chauvin lhe pressionava o pescoço com o joelho. A morte do homem de 46 anos em Mineápolis acendeu um país sufocado pelo racismo e relembrou outras situações semelhantes, também provocadas às mãos de polícias. E foi motivo para Shirin Barghi acrescentar uma imagem à série #LastWords, que ilustra as últimas palavras de pessoas afro-americanas mortas por agentes de autoridade ou por motivos raciais. 

"Criei estas imagens para chamar a atenção para a violência policial racista na América, e como uma expressão da minha solidariedade", escreveu a jornalista e realizadora num tweet, em 2014. "Também testemunhei brutalidade policial no Irão [onde nasceu], e a dificuldade que existe aqui [na América] para confrontar essa violência ressoou em mim." 

Eternizou, assim, os nomes e as últimas palavras das vítimas. Teve conhecimento delas através de testemunhas que as ouviram ou de familiares que presenciaram o momento. Agora, com a morte de Floyd, Shirin partilhou uma nova imagem no Facebook. A lista continua a crescer. Até quando?

John Crawford, 22 anos, estava ao telefone com a mãe quando foi atingido pela polícia num Walmart, em Ohio. A polícia disse que ele não obedeceu às ordens para pousar uma arma de pressão.
John Crawford, 22 anos, estava ao telefone com a mãe quando foi atingido pela polícia num Walmart, em Ohio. A polícia disse que ele não obedeceu às ordens para pousar uma arma de pressão.
Eric Garner foi detido em Staten Island por supeita de vender tabaco avulso. Foi asfixiado pelo agente Daniel Pantaleo, que não foi condenado.
Eric Garner foi detido em Staten Island por supeita de vender tabaco avulso. Foi asfixiado pelo agente Daniel Pantaleo, que não foi condenado.
Kimani Gray, 16 anos, foi baleado em Nova Iorque. Os agentes alegaram que o jovem lhes apontou uma arma, mas testemunhas dizem que Kimani não estava armado.
Kimani Gray, 16 anos, foi baleado em Nova Iorque. Os agentes alegaram que o jovem lhes apontou uma arma, mas testemunhas dizem que Kimani não estava armado.
Amadou Diallo, 23 anos, foi baleado à porta do seu apartamento. Os polícias confundiram-no com um violador, que foi detido mais tarde.
Amadou Diallo, 23 anos, foi baleado à porta do seu apartamento. Os polícias confundiram-no com um violador, que foi detido mais tarde.
Agentes disseram que Freddie Gray fez "contacto visual" com um agente. Foi detido e, passado pouco mais de uma hora, deixou de ser capaz de falar e respirar, devido a ferimentos.
Agentes disseram que Freddie Gray fez "contacto visual" com um agente. Foi detido e, passado pouco mais de uma hora, deixou de ser capaz de falar e respirar, devido a ferimentos.
Ray Tensing, polícia, alvejou Sam DuBose, 43 anos, durante uma operação stop. Alegadamente, a vítima não tinha carta de condução.
Ray Tensing, polícia, alvejou Sam DuBose, 43 anos, durante uma operação stop. Alegadamente, a vítima não tinha carta de condução.
O agente disse que a sua intenção era ter utilizado um taser, mas, por engano, pegou na arma e alvejou Oscar Grant, 22 anos.
O agente disse que a sua intenção era ter utilizado um taser, mas, por engano, pegou na arma e alvejou Oscar Grant, 22 anos.
Jonathan Ferrel, 24 anos, nunca teve oportunidade de responder. As balas atingiram-no antes de as ouvir.
Jonathan Ferrel, 24 anos, nunca teve oportunidade de responder. As balas atingiram-no antes de as ouvir.
Evidências encontradas a partir de um telemóvel mostram que Kajieme Powell se aproximou dos polícias — não tanto como teria sido descrito — com as mãos ao lado do corpo. Os agentes começaram a disparar 15 segundos depois.
Evidências encontradas a partir de um telemóvel mostram que Kajieme Powell se aproximou dos polícias — não tanto como teria sido descrito — com as mãos ao lado do corpo. Os agentes começaram a disparar 15 segundos depois.
Kenneth Chamberlain, 66 anos, não quis abrir a porta à polícia. A porta foi arrombada e Kenneth atingido com dois tiros no peito.
Kenneth Chamberlain, 66 anos, não quis abrir a porta à polícia. A porta foi arrombada e Kenneth atingido com dois tiros no peito.
Os agentes disseram que pensavam que Kendrec McDade estava armado porque mexeu no cinto enquanto a polícia o perseguia.
Os agentes disseram que pensavam que Kendrec McDade estava armado porque mexeu no cinto enquanto a polícia o perseguia.
Sean Bell foi morto na véspera do seu casamento. Estaria a fugir da polícia depois de um desentendimento junto a um bar. Foram disparadas 50 balas contra o seu carro.
Sean Bell foi morto na véspera do seu casamento. Estaria a fugir da polícia depois de um desentendimento junto a um bar. Foram disparadas 50 balas contra o seu carro.
"O que estás a fazer aqui?" terá perguntado George Zimmerman, segurança de um condomínio, antes de disparar contra Trayvon Martin, 17 anos.
"O que estás a fazer aqui?" terá perguntado George Zimmerman, segurança de um condomínio, antes de disparar contra Trayvon Martin, 17 anos.
Michael Brown, 18 anos, correspondia às características de um suspeito que teria roubado uma loja de conveniência. Depois de uma luta entre o jovem um polícia, Brown foi atingido no braço. O polícia disparou mais seis tiros. Brown não tinha armas.
Michael Brown, 18 anos, correspondia às características de um suspeito que teria roubado uma loja de conveniência. Depois de uma luta entre o jovem um polícia, Brown foi atingido no braço. O polícia disparou mais seis tiros. Brown não tinha armas.
Christian Taylor, 19 anos, foi baleado depois de um confronto com um polícia.
Christian Taylor, 19 anos, foi baleado depois de um confronto com um polícia.
George Floyd, 46 anos, foi sufocado até à morte depois de, alegadamente, ter usado uma nota falsa.
George Floyd, 46 anos, foi sufocado até à morte depois de, alegadamente, ter usado uma nota falsa.
Sugerir correcção