Aumentos até 128%. Veja as subidas dos casos de covid-19 nos concelhos da zona de Lisboa

Alguns concelhos, como Loures, Amadora, Barreiro e Moita, têm aumentos acima dos 100% desde 4 de Maio, primeiro dia do plano de desconfinamento do Governo.

Desde dia 4 de Maio, início da primeira fase do plano de desconfinamento do Governo, Loures registou um aumento de 128% dos casos de infecção pelo novo coronavírus. Comparado o número dos que existiam então com os registados esta quinta-feira, na Amadora o aumento foi de 116%, não muito diferente do observado no Barreiro e na Moita. No Seixal, onde se situa o Bairro da Jamaica, com um dos surtos da região identificados, a subida foi de 108%.

São apenas exemplos. A tendência tem marcado os últimos dias e voltou a confirmar-se esta quinta-feira: dos 304 novos casos de infecção no país registados no boletim da Direcção-Geral da Saúde nas 24 horas anteriores, 87% foram identificados na região de Lisboa e Vale do Tejo.

PÚBLICO -
Aumentar

Olhando para os últimos cinco dias (de 24 Maio até esta quinta-feira), contabilizaram-se mais 1125 casos de covid-19 no país, dos quais 1028 na região de Lisboa e Vale do Tejo. Ou seja, em cinco dias, esta região registou dez vezes mais novos casos do que as restantes. E se afunilarmos ainda mais a análise e olharmos apenas para a Área Metropolitana de Lisboa (ver infografia) percebe-se que só nos seus concelhos foram confirmados 922 infectados. São 82% dos do país. Esta quinta-feira, na reunião entre peritos, políticos e parceiros sociais, no Infarmed, foi demonstrada alguma preocupação com a pobreza e as condições de habitação em várias zonas da Grande Lisboa.

PÚBLICO -
Aumentar

No total, há 31.596 casos confirmados de covid-19 a nível nacional. Por concelhos, Lisboa concentra o maior número (2290), seguindo-se Vila Nova de Gaia (1553 casos) e Porto (1351). A covid-19 já matou 1369 pessoas em Portugal.