Ataque a adepto motiva Sporting a pedir acção às autoridades contra a violência no desporto

Sportinguista terá sido agredido por duas dezenas de pessoas, alegadamente membros de um grupo organizado do Benfica.

futebol,sporting,desporto,claques,violencia-desporto,futebol-nacional,
Foto
Estádio de Alvalade Reuters/RAFAEL MARCHANTE

O Sporting pediu, esta terça-feira, acção às autoridades para combaterem a violência no desporto, depois de um adepto “leonino” ter sido agredido durante a tarde desta terça-feira, alegadamente por elementos de uma claque de um clube rival.

A violência não pode fazer parte do Desporto e da Sociedade portuguesa do século XXI. O Sporting Clube de Portugal solicita, por isso, às autoridades competentes acção e consequência sobre estes actos. E apela a que todos os clubes, agentes desportivos e adeptos venham a terreiro, sem receios, travar, de frente, esta luta contra a violência no desporto”, lê-se num comunicado dos “leões”.

Segundo o Correio da Manhã, um adepto do Sporting terá sido agredido e esfaqueado por cerca de duas dezenas de pessoas, alegadamente integrantes de uma claque do Benfica.

“O Sporting Clube de Portugal vem mais uma vez alertar para os episódios de violência que são frequentes no futebol nacional e o mancham, por vezes de sangue e morte”, refere o clube “leonino”.

O Sporting considera ainda que “com o aproximar do reatar da competição é urgente agir sobre este tipo de comportamento que ameaça o bem-estar do adepto comum do desporto em Portugal”.

Sugerir correcção