Projectos de exploração de lítio atrasados por questões administrativas

Savannah tem preparado um plano de lavra para uma área que ainda não lhe foi concedida. Lusorecursos foi obrigada a entregar mais elementos por causa das unidades industriais consideradas perigosas

Foto
Adriano Miranda

As duas concessões mineiras mais adiantadas na corrida à exploração do lítio em Portugal, que estão em fase de preparação ou entrega de Estudos de Impacto Ambiental (EIA) para obtenção da licença requerida, tiveram revezes administrativos nos últimos meses.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção