Consultas pelo telefone vieram para ficar. Presenciais estão a ser alargadas até às 20 horas

Hospitais públicos estão a alargar horários para poderem reagendar consultas e cirurgias que ficaram por fazer, mas o processo adivinha-se demorado.

coronavirus,marta-temido,saude,sociedade,hospitais,servico-nacional-saude,
Foto
Paulo Pimenta

A pandemia de covid-19 e a necessidade de retomar a actividade entretanto suspensa está a fazer com que os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) ensaiem modelos de resposta inovadores, alguns dos quais eram encarados até agora com relutância por muitos médicos e outros profissionais de saúde. As consultas por telefone ou por videochamada multiplicaram-se durante o estado de emergência e agora, numa altura em que a ordem é recuperar a actividade que ficou por realizar, aposta-se no alargamento das consultas externas até às 20 horas e em alguns casos até ao fim-de-semana (o que já era possível antes mas pouco frequente).