Ventilador português Atena testado em porcos

Pedido de ensaios em pessoas vai ser submetido esta sexta-feira ao Infarmed, para que um ventilador pulmonar desenvolvido em Portugal possa chegar depressa a unidades de cuidados intensivos. Estão construídos 100 ventiladores e angariados 1,85 milhões de euros em doações a este projecto.

Fotogaleria
O ventilador Atena a ser testado em porcos esta quinta-feira no Centro Clínico Académico de Braga Paulo Pimenta
Clínica
Fotogaleria
O ventilador Atena a ser testado em porcos esta quinta-feira no Centro Clínico Académico de Braga Paulo Pimenta
,Sala de operações
Fotogaleria
O ventilador Atena a ser testado em porcos esta quinta-feira no Centro Clínico Académico de Braga Paulo Pimenta

O ventilador pulmonar Atena, inventado no CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto, em conjunto com vários parceiros, tem estado em testes em porcos, desde a semana passada, na Escola de Medicina do Minho e no Centro Clínico Académico de Braga. Esta quinta-feira houve mais uma sessão de testes nos animais – primeiro saudáveis e depois com lesões pulmonares que simulam uma pneumonia grave como acontece na covid-19 –, seguindo já esta sexta-feira o pedido formal de realização de ensaios clínicos, agora em pessoas. Também esta sexta-feira, de manhã, o Atena vai ser apresentado ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Ciência, Manuel Heitor, nas instalações do CEiia em Matosinhos.