UE reafirma compromisso com os Balcãs, mas o alargamento continua a ser mensagem virtual

Pandemia de coronavírus obrigou à realização da cimeira por videoconferência. “Foi um exercício total de equilibrismo”, desabafou o primeiro-ministro da Croácia e anfitrião, Andrej Plenkovic.

Foto
Tudo adiado no alargamento da UE OLIVIER HOSLET/EPA

O primeiro-ministro da Croácia, Andrej Plenkovic, anfitrião da cimeira entre os chefes de Estado e governo da União Europeia e os líderes dos seis países dos Balcãs Ocidentais que por causa da pandemia de coronavírus decorreu por videoconferência, exprimiu a sua satisfação com o resultado do encontro num momento off-mic antes do arranque da conferência de imprensa virtual: foi um exercício total de equilibrismo, aplaudido por todos no final, comentou à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, enquanto esta ainda ainda testava o funcionamento do seu microfone.