Já há 69 detidos por desobediência e violação de confinamento obrigatório

Os números, revelados em nota à imprensa enviada pelo Ministério da Administração Interna, reflectem o somatório desde 22 de Março, sendo que, neste sábado, por da parte da PSP, não houve nenhuma detenção por desobediência.

As forças policiais têm interceptado vários automobilistas.
Foto
As forças policiais têm interceptado vários automobilistas. Adriano Miranda

Até este sábado contabilizam-se 69 pessoas detidas, 1509 estabelecimentos fechados. É este o balanço das acções da PSP e da GNR no apoio ao cumprimento das normas do estado de emergência.

Os números, revelados em nota à imprensa enviada pelo Ministério da Administração Interna, reflectem o somatório desde 22 de Março, sendo que, neste sábado, da parte da PSP, não houve nenhuma detenção por desobediência.

O porta-voz nacional, Nuno Carocha, avançou-o ao PÚBLICO. “Hoje já tivemos algumas detenções por álcool, etc, mas, no que diz respeito ao estado de emergência da covid-19, temos zero detenções. As pessoas têm acolhido bem as indicações e hoje não foi necessário haver essa medida”, apontou.

PSP em “empenhamento operacional total"

Este fim-de-semana contou com um reforço do patrulhamento no terreno, com as forças de segurança a colocarem em marcha acções de sensibilização nas ruas e nas estradas.

A PSP, que diz estar em “empenhamento operacional total”, confirma que “houve reforço do número de agentes” para este fim-de-semana. E justifica.

“Correspondemos ao apelo do ministro da Administração Interna. Temos consciência de que a altura da Páscoa leva a saídas e o tempo também não está mau. E, embora a esmagadora maioria da população esteja a corresponder às indicações dadas, sabemos que há uma minoria que pode não corresponder”.

Sugerir correcção