Dia da Defesa Nacional suspenso até 30 de Abril

Adiado o exercício internacional Nato Tiger Meet 2020 para o mês de Julho, com o qual a força Aérea comemora em Beja o seu 68º aniversário.

NATO
Foto
Elementos do Regimento de Apoioao Combate dos Fogos Florestais, uma das valências civis das Forças Armadas Rui Gaudencio

As iniciativas do Dia da Defesa Nacional que já tinham siso suspensas até 23 de Março conhecem um novo adiamento. Em comunicado emitido esta quinta-feira, o Ministério da Defesa Nacional anunciou o prolongamento da suspensão até ao fim do próximo mês, 30 de Abril.

A nota refere que o alargamento da suspensão, determinada pelas orientações das autoridades nacionais e internacionais de saúde e às medidas previstas no Plano de Contingência do Ministério da Defesa face à pandemia do novo coronavírus, passa a abranger o envolvimento previsto de um total de mais de 23,4 mil jovens de vários concelhos do país. De norte a sul, incluindo as ilhas.

O Dia da Defesa Nacional implica a concentração de um elevado número de jovens de esquipas divulgadoras, em unidades militares dos três ramos das Forças Armadas, pelo que se justifica a manutenção desta medida preventiva de protecção”, justifica o ministério de João Gomes Cravinho.

Através do Dia da Defesa Nacional, e dos roteiros recentemente lançados, o Ministério da Defesa tenta dar a conhecer aos jovens as valências, meios e actuações das Forças Armadas. Nesta abertura das instalações militares e quartéis à sociedade civil, são admitidas mesmo iniciativas poucos comuns, como a possibilidade de permanência durante uma noite numa camarata.

Entretanto, a Força Aérea informou esta quinta-feira que, na sequência da evolução epidemiológica do covid-19,  foi adiado o exercício internacional Nato Tiger Meet 2020 para o mês de Julho.

Organizado pela Força Aérea Portuguesa, este exercício decorre na Base Aérea de Beja, envolvendo a presença de 22 esquadras de voo de 16 países, e assinala o 68º aniversário da Força Aérea.