Living Offices

Aqui podes deixar-te inspirar por ilustrações enquanto trabalhas

ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
Fotogaleria
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO

É no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto que se localiza a instituição de investigação aplicada Fraunhofer Portugal, da sociedade alemã Fraunhofer-Gesellschaft. Situado na Rua Alfredo Allen, no Porto, o espaço divide-se em dois pisos e conta com um laboratório de impressão 3D, usado para criar protótipos. Uma das missões da empresa é desenvolver “tecnologia notável e fácil de usar” e igualmente fácil é circular entre os diferentes escritórios da Fraunhofer, que, conta o projecto Living Offices, são caracterizados por “um plano ondulante contínuo que cria salas de reunião, gabinetes, laboratórios e espaços de investigação em open space”.

As diferentes zonas do local de trabalho, marcado por tons de amarelo e cinzento, são assinaladas por ilustrações, e as dos gabinetes privados foram criadas “a partir de citações de personagens clássicas do mundo científico”. A “fachada de vidro do edifício permite que todo o escritório receba uma boa iluminação natural” e “o corredor de circulação está isolado das áreas de investigação”, o que estimula a concentração. Um dos destaques do espaço, desenhado pelo gabinete Pedra Silva Arquitectos, vai para o living lab, um “pequeno apartamento, com sala, cozinha e um quarto”. Aqui são testados “projectos pensados para populações idosas ou com algum tipo de deficiência que perturbe a mobilidade e independência dos utilizadores”.

Para lá do trabalho, os membros da equipa da Fraunhofer podem usufruir de momentos de descanso, nas “zonas silenciosas”, ou optar pela recepção do segundo piso, com um relógio electrónico cujos LED mudam de cor, criando diferentes ambientes. Alternativamente, a biblioteca, com “post-its, desenhos e esquemas” e habitual “ponto de partida para vários projectos e workshops internos”, também surge como improvável espaço de convívio.

Este é o quinto episódio da quarta temporada da série Living Offices, que o P3 tem acompanhado desde 2017. Um projecto criado pela Lemon Works para “mostrar e celebrar escritórios, portugueses, que fazem a diferença na vida das pessoas”. A startup portuense foi fundada em 2016 pelo engenheiro informático Luís Alberto Simões e pela arquitecta Sofia Reis para ajudar as empresas a encontrar e a criar sítios “bons” para trabalhar.

Sabe mais sobre este escritório no site do projecto Living Offices.

ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO
ANDRÉ HENRIQUES | AH! PHOTO