Gil Vicente FC: “Galos” chegam a 2020 de crista levantada

Com um plantel construído de raiz, clube tem conseguido bater-se de frente com emblemas da I Divisão. Depois de uma década com altos e baixos, emblema minhoto procura segurar a permanência com o “rei das subidas”.

Foto
Vitória do Gil Vicente frente ao Rio Ave na Taça da Liga LUSA/MANUEL FERNANDO ARAÚJO

Se recuássemos no calendário 365 dias, a situação dificilmente poderia ser mais sombria para o Gil Vicente: na época transacta, a equipa minhota estava no Campeonato de Portugal, terceiro escalão do futebol profissional. Sabia, contudo, que seria forçosamente promovida ao escalão principal na época 2019-2020, depois de um acordo com o Belenenses SAD que colocou um ponto final ao processo que ficou conhecido como “Caso Mateus”. Por esse mesmo motivo, ficou decidido que os jogos dos barcelenses não valeriam pontos. Foi uma temporada disputada a “feijões”: sem emoção, com pouco público nas bancadas e praticamente sem receitas.