Estação de King's Cross, em Londres
Foto
Estação de King's Cross, em Londres PIXABAY

InterRail deixa de abranger o Reino Unido em 2020

A decisão não está directamente relacionada com o “Brexit”. Britânicos vão poder continuar a viajar pela Europa, mas os europeus continentais vão deixar de poder explorar os caminhos-de-ferro do Reino Unido.

As companhias ferroviárias britânicas vão deixar de participar no programa InterRail a partir de 1 de Janeiro de 2020, num processo cujos contornos ainda são pouco claros. Segundo um comunicado da organização da indústria ferroviária do Reino Unido, o Rail Delivery Group (RDG), a decisão não está relacionada com o “Brexit” e partiu da Eurorail, entidade europeia que gere o programa. No entanto, e segundo o site Politico, a Eurail diz que a iniciativa de abandonar o InterRail partiu do lado britânico. 

Este “divórcio” não está relacionado com o “Brexit”, já que o InterRail não é um programa gerido pela União Europeia, mas antes resulta de um acordo celebrado directamente entre operadores ferroviários de vários países.

Apesar desta decisão, os cidadãos britânicos poderão continuar a comprar bilhetes InterRail para viajar nos restantes países do continente europeu. Já os viajantes continentais que tenham adquirido o passe InterRail e pretendam visitar o Reino Unido terão de fazê-lo até 31 de Dezembro deste ano.

A medida gera críticas também no seio do Reino Unido. Alyn Smith, eurodeputado eleito pelo Partido Nacionalista Escocês (SNP), considerou “triste” a saída do Reino Unido do InteRail, segundo declarações citadas pelo London Economic. Também os liberais democratas e os verdes britânicos criticaram a posição do RDG. “É um passo na direcção errada, tanto em termos ambientais quanto internacionais”, disse a vice-líder dos verdes Amelia Womack.

Símbolo de férias baratas e de união entre os europeus, o InterRail abrangia o Reino Unido desde 1973, ano em que se juntou à União Europeia. Mais recentemente, o programa passou a ser gratuito para milhares de jovens europeus ao abrigo de um programa da Comissão Europeia.