Nos vinhos, “quem anda à procura da moda, está sempre fora de moda”

A sub-região da serra da Estrela, no Dão, quer assumir um lugar de destaque no panorama vínico do país. Para isso, defendem alguns dos produtores mais renomados, tem que “afirmar a sua identidade”. “Temos de deixar de ser carneirinhos e de fazer o que o povo quer ou o que o jornalista quer.”

Fotogaleria
Dirk Niepoort na sua Quinta da Lomba Daniel Luciano
Fotogaleria
A Vinal decorre na Adega Cooperativa de Vila Nova de Tazem Daniel Luciano
Fotogaleria
Casa da Passarela Daniel Luciano

Dirk Niepoort fica “muito irritado” quando prova vinhos do Dão que “querem ser Douro ou Alentejo”. “O Dão foi, durante muito tempo, a região mais conhecida de Portugal. E terá um futuro fantástico não se copiar, mas antes se afirmar a sua identidade, que é esta: leveza, fineza e uma acidez que o Douro, por exemplo, procura desesperadamente e não tem.”