Throes + The Shine, banda no mundo

Enza significa mundo em quimbundo. Enza é o mundo que os Throes + The Shine desenharam para si. Do Porto até Luanda, de África à Europa e à América do Sul. É dança em clube no centro da cidade, é festa a céu aberto.

<i>Enza</i> é o quarto álbum da banda e o primeiro gravado de raiz com o vocalista Mob
Foto
Enza é o quarto álbum da banda e o primeiro gravado de raiz com o vocalista Mob Natasha Cabral

E, de repente, o mundo estava todo naquela casa rodeada de campo a toda a volta. Durante alguns meses, naquela vivenda em Palmela, as paredes abanaram com kilapanda, zouk e funk, com cumbia a rodar e electrónica a ribombar a cadência orgânica do movimento. Lá fora, a paisagem rural portuguesa, lá dentro, uma banda chamada Throes + The Shine a criar o seu Enza, que significa “mundo” no quimbundo angolano, que é o quarto álbum da banda que nasceu no início da década a anunciar algo inaudito: riffs cortantes de rock ruidoso unidos à ginga feroz do kuduro, ou seja, Rockuduro, como inscrito no álbum de estreia, em 2012.