Notre-Dame: “Não quero sequer pensar que este incêndio podia acontecer nos Jerónimos”

O incêndio de Notre-Dame faz-nos perguntar: e se fosse no mosteiro dos Jerónimos ou no da Batalha? Falámos com os seus directores e outros técnicos. Há planos de segurança actualizados e ligações aos bombeiros, mas falta ainda muita coisa, sobretudo formação. DGPC está a preparar uma Carta de Risco para o património classificado.

Fotogaleria
O Mosteiro dos Jerónimos tem estado em obras de conservação nos últimos anos daniel rocha
Mosteiro da Batalha
Fotogaleria
O Mosteiro da Batalha tem o quartel de bombeiros a 200 metros Pedro Cunha/Arquivo

Não se sabe ainda como começou nem se conhece a dimensão dos danos patrimoniais que causou. Com o inquérito aberto pelo Ministério Público francês ainda numa fase muito inicial, o incêndio que durante a tarde e a noite de segunda-feira destruiu boa parte da catedral de Notre-Dame parece, para já, estar relacionado com os trabalhos de conservação e restauro que nela estavam a decorrer. Se a investigação vier a confirmar esta hipótese, será certamente um paradoxo que a obra que procurava protegê-la e valorizá-la tenha levado a esta tragédia.