Em Évora, Arquitectura Paisagista foi um curso pioneiro. Para o ano, não vai abrir

Licenciatura criada por Gonçalo Ribeiro Telles tem mais de 40 anos. O número de candidatos cada vez menor ditou decisão da reitoria.

Foto
Aurora Carapinha, professora do curso em Évora: “É com uma tristeza enorme” que vê este desfecho Nuno Ferreira Santos

11 de Novembro de 1975. Foi neste dia que abriu o bacharelato em Planeamento Biofísico e Paisagístico — que passaria a licenciatura em Arquitectura Paisagista em 1980 — na Universidade de Évora (UE). Aurora Carapinha foi a aluna número seis deste curso, o primeiro nesta área em Portugal. Talvez por isso saiba a data de cor.