Viaturas incendiadas e esquadra atingida por “cocktails molotov” na Grande Lisboa

A PSP deteve um jovem de 18 anos após este ter sido reconhecido por testemunhas como um dos atacantes que lançou os cocktails molotov.

Fotogaleria
LUSA/CARLOS SANTOS
Fotogaleria
LUSA/CARLOS SANTOS
Fotogaleria
LUSA/CARLOS SANTOS
Fotogaleria
LUSA/CARLOS SANTOS
Fotogaleria
LUSA/CARLOS SANTOS

A esquadra da PSP no bairro da Bela Vista, em Setúbal, foi atingida esta noite por cocktails molotov, na Póvoa de Santo Adrião e Odivelas, distrito de Lisboa, foram incendiados caixotes do lixo e viaturas com os mesmos engenhos explosivos.

"A Polícia de Segurança Pública informa que ontem, pelas 21h40, foram incendidas duas viaturas em Odivelas e outras duas na Póvoa de Santo Adrião, com recurso a cocktails molotov. Posteriormente, foram incendiados e destruídos 11 caixotes do lixo e danificadas, nesta sequência, 5 viaturas, na zona circundante ao Bairro da Cidade Nova, também com a utilização de cocktails molotov. Mais tarde, pelas 3h15, na Bela Vista, Setúbal, foram lançados três cocktails molotov contra a esquadra da PSP", lê-se no comunicado enviado para as redacções pela PSP esta manhã de terça-feira.

Na sequência dos incidentes em Odivelas foram identificados quatro suspeitos, sendo que um deles, um jovem de 18 anos, foi detido, após ter sido reconhecido por testemunhas como um dos atacantes que lançou os cocktails molotov.

A PSP faz questão de sublinhar que até ao momento "nada" indicia que estas ocorrências "estejam associados à manifestação ocorrida ontem no Terreiro do Paço".

E assegura que "o clima de segurança foi restabelecido" e que o dispositivo policial nos locais foi reforçado de forma a garantir "a tranquilidade e normalidade a todos os residentes".