Há 12 rapazes desaparecidos numa gruta há três dias

Autoridades mantêm-se optimistas e acreditam que ainda será possível resgatar os jovens.

Árvore
Foto
Reuters/STRINGER

Um grupo de 12 jovens está desaparecido desde sábado, na caverna de um complexo turístico no Norte da Tailândia, declararam fontes policias esta segunda-feira à agência norte-americana Associated Press (AP). Com idades entre os 11 e os 15 anos, os rapazes faziam parte da mesma equipa de futebol e terão entrado na gruta com o treinador de 25 anos. Apesar de já se terem passado quase três dias, as autoridades acreditam que os jovens ainda estão vivos.

As pegadas descobertas dentro da gruta Tham Luang, com cerca de oito quilómetros de comprimento, são um indicador de que os rapazes ainda poderão estar vivos, dizem as autoridades responsáveis pela operação de busca e salvamento. “Ainda estamos à procura”, disse uma fonte policial à AP. “Descobrimos indícios, mas ainda não os encontrámos.”

O alerta foi dado pela mãe de um dos rapazes, no sábado à tarde, depois de reparar que o filho não tinha regressado do treino de futebol. As buscas começaram no sábado à noite e, devido às características da caverna e às condições climatéricas, com chuva forte, foi chamada uma equipa de mergulhadores para ajudar à operação.

O Ministro da defesa tailandês, Prawit Wongsuwan, confirmou que o grupo estava a ser procurado e mostrou-se optimista em relação à situação, relata a BBC.