Portugal com quinta maior subida nas emissões de CO2

Aumento de emissões de dióxido de carbono em Portugal (7,3%) encontra-se acima da média de 1,8% registada na União Europeia.

 As emissões de Portugal representam 1,5% do total da UE
Foto
As emissões de Portugal representam 1,5% do total da União Europeia Nelson Garrido

Portugal teve, em 2017, o quinto maior aumento de emissões de dióxido de carbono (CO2) provenientes do consumo de energia, quando comparado com o ano anterior, sendo a média da União Europeia (UE) de 1,8%, segundo dados do Eurostat divulgados nesta sexta-feira.

De acordo com o gabinete de estatísticas da UE, a maior subida de emissões geradas por combustíveis fósseis foi registada em Malta (12,8%), seguindo-se a Estónia (11,3%), a Bulgária (8,3%), a Espanha (7,4%) e Portugal (7,3%).

Apenas sete dos 27 Estados-membros para os quais há dados registaram decréscimos nas emissões de CO2: Finlândia (-5,9%), Dinamarca (-5,8%), Reino Unido (-3,2%), Irlanda (-2,9%), Bélgica (-2,4%), Letónia (-0,7%) e Alemanha (-0,2%), não havendo informação sobre a Suécia.

As emissões de Portugal representam 1,5% do total da UE, sendo a Alemanha o país com maior peso percentual (23%) e Malta com o menor (0,05%).

As emissões de CO2 contribuem enormemente para o aquecimento global e representam cerca de 80% do total de gases com efeito de estufa na UE.