Com 1,9 metros à nascença, há uma nova cria no Jardim Zoológico de Lisboa

Uma girafa-de Angola nasceu em Novembro do ano passado e já pode ser visitada no zoo.

Fotogaleria
A jovem cria DR
Fotogaleria
DR

Nasceu no Jardim Zoológico de Lisboa uma cria de girafa-de-Angola, uma espécie de girafa de “pelagem única” que existe em apenas dois outros zoos europeus: Dortmund na Alemanha e Amersfoort-Utrecht na Holanda.

Foi uma gestação de 15 meses até que, no dia 16 de Novembro de 2017, nasce a cria com uns módicos 1,9 metros de altura. Permaneceu alguns dias sozinha com a sua mãe até que se juntou aos restantes elementos da sua espécie, informou o Jardim Zoológico.

As girafas têm por norma apenas uma cria, que é amamentada até pelo menos aos oito meses de idade mas que se mantém dependente da progenitora até aos dois anos ou mesmo até atingirem a maturação sexual, algo que acontece entre os quatro e os seis anos.

O nascimento foi acompanhado pelos tratadores, que estiveram no local “a garantir que o parto decorria sem percalços”, como diz em comunicado, e que se encarregaram de captar o momento do parto e dos primeiros passos em vídeo, algo que pode ser visionado no Youtube.

No video do nascimento, captado pelos tratadores, é possivel ainda ver as tentativas de primeiros passos da girafa.

A presença da girafa-de-Angola tem vindo a declinar no seu habitat natural (maioritariamente savanas e zonas áridas da África Subsariana), o que levou a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) a atribuir a esta espécie a classificação de “vulnerável” na sua Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas. Na natureza, a população decresceu 40% desde 1985 por causa da perseguição dos caçadores e da perda do seu habitat, onde também já se fazem sentir as consequências das alterações climáticas.

Em 2016, Julian Fennessey, uma especialista em girafas da UICN, chamou a extinção dos mais altos animais terrestres de “silenciosa” pois, por serem tão populares em safaris, nos media e nos zoos, não havia consciência de que os seus números se encontravam em decréscimo.

A girafa pode atingir 5,5 metros de altura. "Caracterizada pelo seu pescoço longo, que lhe possibilita procurar alimento em ramagens muito altas, e pela sua língua comprida e azulada, cujo revestimento de queratina a protege dos espinhos das acácias, possui dois cornos curtos, cobertos de pele e pelo, que crescem lentamente ao longo da sua vida", adianta o Jardim Zoológico no seu comunicado.

A pequena adição à família de girafas do Zoo de Lisboa, agora com dois meses e duas semanas, pode ser observada por todos os visitantes já que já se encontra completamente adaptada, tanto às instalações como aos seus altos companheiros.

Texto editado por Ana Fernandes